Voltar para o mapa principal Direções

Teatro Polytheama

Artistas: Lina Bo Bardi

Datas

Criação 1911

Em latim, poly significa muitos e, theama, de origem grega, espetáculo. Lugar de muitos espetáculos, o Teatro Polythema de Jundiaí chama a atenção não só pelo tamanho – são 1124 lugares – mas por sua história. Construído em 1911, o prédio centenário faz parte do patrimônio histórico estadual, tombado pelo Condephaat. Para o conselho, o teatro tem arquitetura única no Estado, além de grande expressividade histórica.

Tradição e vanguarda passaram por seu palco, que se revela como um espaço democrático, ocupado por grandes espetáculos nacionais e internacionais, como também pela produção cultural local, que encontra abrigo e plateia para sua arte. Nestes mais de cem anos, o Polytheama passou por altos e baixos. Em 1920 era considerado o maior teatro do Estado de São Paulo. Na década de 50 viveu um período de crise e chegou a ser colocado à venda nos anos 70. No início da década de 80 passou a integrar o patrimônio público da cidade. Após passar por um processo de recuperação, em 1996, retomou suas atividades.

Em plena forma, o Polytheama mantém uma programação intensa, que contempla as mais diversificadas linguagens artísticas. Companhias de teatro e de dança da região e concertos musicais têm espaço e plateias garantidos neste teatro centenário. Projetos de popularização do teatro ganham vida com as Terças do Poly, que abre espaço a grupos teatrais da cidade com taxa mínima e, em contrapartida oferece peças a preços populares à população; e o Projeto Férias, que traz espetáculos infantis gratuitos. O reconhecimento deste trabalho vem do público. No ano de 2013, cerca de 120 mil pessoas passaram pelo teatro.

A sala de espetáculos do Teatro Polytheama conta com 1124 lugares, sendo:

566 – Plateia;
116 – Frisas;
136 – Camarotes;
306 – Galeria.

Possui palco em estilo Italiano, em que a plateia fica de frente para o espetáculo.
Sua boca de cena tem 14 metros de comprimento, 8 de profundidade, 8.90 metros de altura.

As aberturas das cortinas permitem um vão livre de 14 metros.

A altura do Urdimento é de 9.50 metros.

O Teatro conta com o apoio de 2 camarins individuais, e 1 coletivo.

Em 1986, foi realizado um projeto de restauro, de autoria de Lina Bo Bardi, que foi concluído em 1996. Apresenta suas paredes originais nuas, e estruturas metálicas aparentes, caracterizando-se em um exemplo de restauro moderno, e dotando-o de importante interesse arquitetônico, ao lado de seu valor histórico e cultural. As intervenções realizadas buscavam resgatar a “verdadeira alma” da casa de espetáculos polivalente, sem intervenções estéticas e ornamentos desnecessários. É considerado o ultimo trabalho de Lina Bo Bardi, que faleceu durante a execução do projeto.

Links

Estilos:

Fechar

Vídeos

Fechar

Comentários

Deixe uma resposta

Mapa About

Notice: Undefined index: jeo-site in /home/afdm/arteforadomuseu/wp-includes/class.wp-scripts.php on line 169

Notice: Trying to get property of non-object in /home/afdm/arteforadomuseu/wp-includes/class.wp-scripts.php on line 169